Linha de Passe (2008) – Brasil em Cannes

Cleuza (Sandra Corveloni) era empregada doméstica e corintiana roxa. Era também pai e mãe de quatro filhos homens, e fazia questão de lembrá-los disso, metendo a mão na cara do que lhe faltasse com o respeito. Reginaldo (Kaique Jesus), filho mais novo, não conhecia o pai, mas desconfiava que ele fosse negro que nem “carvão”, e vagava pelos ônibus coletivos à sua procura. Cleuza esperava outro rebento, também de pai desconhecido, e queria que fosse “uma menina bem boazinha”, para salvá-la do trabalho que os outros lhe davam. Dinho (José Geraldo Rodrigues) era um evangélico fervoroso, envolvido nas obras da igreja, e o único que ajudava financeiramente em casa como frentista de posto de gasolina. Dênis (João Baldasserini) tinha um filho com uma quase namorada, era motoboy e não ganhava dinheiro nem para si. Dario (Vinícius de Oliveira), talentoso jogador, tentava ingressar no futebol profissional, mas, com seus 18 anos, já estava sendo considerado velho pelos olheiros.

“Linha de passe” foi dirigido por Walter Salles e Daniela Tomas, e teve destaque em Cannes, concedendo o prêmio de interpretação feminina para Sandra Corveloni. No papel de Cleuza, ela explora as facetas de uma mulher que precisa sustentar o lar, ser uma mãe dedicada e se responsabilizar pela disciplina da prole. A pluralidade da personagem fica patente numa cena em que Reginaldo retorna para casa após uma noite inteira na rua sem dar notícias. Ao vê-lo abrindo o portão, Cleuza dá um meigo suspiro de alívio, e, segundos depois, possessa, descarrega no menino a ira de uma mãe que ficou a madrugada rezando para que o filho voltasse vivo.

O filme mostra os conflitos individuais desta família do subúrbio de São Paulo. Fala da morte de expectativas e retrata, nos últimos minutos da trama, o momento em que os personagens lançam as vistas para o futuro e percebem que nada mais os espera. Basta ver o semblante de Dario ao bater um pênalti, o rosto decepcionado de Dinho após uma cerimônia de sua igreja, as lágrimas de Dênis depois de ter feito uma grande besteira, a atitude de Reginaldo quando desiste de sua busca e os olhos de Cleuza que, prestes a dar a luz, fita a janela, não muito certa de que exista felicidade.

________________________________

Marcelo Cardins

4 respostas para Linha de Passe (2008) – Brasil em Cannes

  1. Igordx disse:

    Boa ideia, filme brasileiro envolvendo de forma direta ou indireta o tema futebol fica legal. Até porque sempre que o assunto futebol é citado em torno do mundo lembra-se já do Brasil. Vamos usar então o que temos de melhor!

  2. Filipe Ferraz disse:

    Estou muito afim de assistir este filme…. Outro filme que trata de futebol (indiretamente) é o ótimo filme argentino “O Segredo de Seus Olhos”.

    Deve dar uma olhada =)

    Abs.

  3. Renan disse:

    Mt bom, o melhor filme nacional dos últimos tempos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: