1 Por Todos – Dente Canino (2009)

______________________________________________________________________________

Hoje vamos ao nosso segundo “1 Por Todos”, e iremos comentar a produção grega que concorreu ao Oscar de melhor filme de língua estrangeira esse ano. “Dente Canino” conta a história de um casal, que cria seus três filhos, já bem crescidinhos, de um modo um pouco inconvencional. Não permitindo que eles desfrutem do mundo lá fora, os pais educam seus “bebês” da maneira que acham correta, de modo que eles nunca saíram de casa. A partir do momento que um elemento do mundo externo entra dentro de casa, as coisas começam a mudar. Vamos então saber o que a nossa equipe achou do filme. Vocês podem conferir o trailer no fim do post.

Lincoln Ferdinand – Nota: 7,5

Partindo de um argumento fantástico, Giorgos Lanthimos tenta passar em forma de imagens, algumas reflexões e questionamentos acerca do comportamento humano. É um verdadeiro estudo antropológico, que, de maneira perturbadora, leva o espectador a entrar em parafusos quando tenta extrair tudo que o filme quer passar. Com passagens que vão ficar na sua memória pra sempre, e planos sensacionais que dão certa sensação de fobia, a fotografia consegue ser, a meu ver, o que mais chama atenção no longa. Contudo, sem tirar o mérito merecido, “Dente Canino” acaba se tornando menor que a ideia que o originou. Ainda assim, sua postura forte e segura esconde qualquer falha e o faz um grande filme.

Marcelo Cardins – Nota: 8,5

Este filme renderia uma tese de doutorado. O tema central de “Dente Canino” é a busca pelo conhecimento, há uma metáfora ao comodismo intelectual do homem. Quantas pessoas se limitam a aceitar, sem contestação, concepções que lhes são impostas? Quantas pessoas estão cercadas por muros invisíveis e, não conhecendo outra realidade diferente da que vivem, concordam com tudo o que os detentores do saber lhes empurram goela abaixo?  Quantas pessoas vivem na condição de cachorros adestrados porque têm medo e preguiça de desconstruir ideias? Porém, felizmente, existem os inconformados. No filme, o passaporte para a liberdade, a pílula vermelha de “Matrix”, é o dente canino, e sacrifícios são cometidos com prazer em prol da verdade. 

Obs n°1: em “Dente canino”, você vai notar qual a diferença entre o filme pornográfico e o filme artístico com cenas de sexo. Já escrevi (neste post)o que penso sobre nudez e sexo no cinema.

 Obs n°2: Além de engraçadíssima, a cena do Flashdance é muito simbólica.

Ezequiel Fernandes – Nota: 6,0

O título já enseja as duas únicas amostras que o filme traz: o instinto (dente) e a consequente zoomorfização humana (canino). O longa grego é uma metáfora válida do naturalismo, mas a obra passa longe de ser prima. Pois, como já disse, só traz amostras e nada de reflexões – o roteiro não é complexo como o tema que se quis abordar. Curioso, porém, pois encena como o cio sobrepõe adestramentos. Sem sair do assunto, ou melhor, entrando de fato nele, vale mais ler o escritor naturalista brasileiro Aluísio Azevedo. Mas para os sádicos de plantão, a obra é genial!

Renata Nóbrega – Nota: 8,5

Um filme chocante, quase sadomasoquista, com cenas fortes. Um tema que incomoda muita gente e que faz lembrar ‘A Vila’. É uma coisa de louco, mas daquelas que fazem pensar e te levam a questionar quem são os verdadeiros loucos. É claro que o filme é uma grande hipérbole, mas qual pai e mãe minimamente responsável não deseja que seu filho viva em um mundo sem tantas ‘porcarias’? Pesado.

Pedimos que nos enviem comentários com sugestões de filmes que vocês queiram ver aqui no “1 Por Todos”.

________________________________

Equipe Cinemafia

2 respostas para 1 Por Todos – Dente Canino (2009)

  1. Gabriel Neves disse:

    Incrível, acabei de voltar de uma discussão sobre a loucura e esse filme foi pro meio da discussão, sobre como as normas podem influenciar e modificar a sanidade individual. E eu gosto demais desse filme, como disseram, ele tem uma ideia fantástica, só não achei que o filme a aproveitou da melhor maneira.
    Abraços.

  2. Também gostei da ideia do filme, ele traz uma história para refletir e foge de qualquer clichê, mas a execução do filme deixou a desejar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: